Posts Tagged ‘ inovação ’

Panela na Mesa, um case de Inovação

arab

Foto: Divulgação

Mudanças…

Não há como considerar qualquer atividade sem levá-las em conta.

São elas que pautam muitas de nossas ações.

Pessoais ou profissionais.

Nas organizações, as mudanças também estão associadas com “fazer coisas novas”.

Daí surge a demanda pela inovação.

E também o primeiro paradoxo.

Muitas empresas acabam por adotar processos “muito” formais em prol do “inovar”.

Formalidade e inovação são coisas muito diferentes.

Algumas vezes, quase que antagônicas.

Um processo bem estruturado pode ajudar.

E realmente é muito importante, mas está longe de ser o “essencial”.

Tive a oportunidade de evidenciar isso no ultimo final de semana.

Costumo frequentar um Espaço na cidade de São Roque, no interior de São Paulo, chamado Gare da Mata.

Um lugar muito aconchegante que une campo de Golfe, Restaurante e outros “que tais”.

Como não jogo Golfe, normalmente vou lá para comer e “jogar conversa fora”.

Pois neste final de semana, conheci um novo padrão de serviço.

Em vez do Buffet “Self Service” e/ou do “a La Carte”, um tal de “Panela na Mesa”.

Não conhecia.

Associa características de vários tipos de serviço.

Fiquei curioso em saber da origem deste “modelo”.

Perguntei para a proprietária.

De maneira simples, ela resumiu tudo em uma palavra: observação.

Ela notou que seria importante associar a “fartura” com o “estar junto”.

Evitar que as pessoas se levantem da mesa, para se dirigir ao buffet.

E, ao mesmo tempo, garantir que os clientes possam comer vários “pratos”.

Pois bem, eis que se nota algo essencial para inovar: observar.

A observação permite identificar potencialidades.

Mas não somente isso.

Também, verificar eventuais equívocos.

Reduzir custos.

Aumentar receitas.

Agregar novos valores ao produto e/ou serviço.

Seja qual for o negócio.

Seja qual for o tamanho dele.

Primeiro, observar e, a seguir…

Fazer acontecer.

A inovação é certa.

Apenas uma consequência natural.

________________________

Sobre o autor

José Renato Sátiro Santiago Junior – Professor da Fundação Vanzolini no MBA Executivo em Gestão de Operações – Produtos e Serviços, na pós-graduação em Gestão de Projetos em Tecnologia da Informação e no curso de capacitação de Aplicações para Gestão Estratégica do Conhecimento. Grande experiência no desenvolvimento de atividades relacionadas à Administração de Empresa, Gestão de Pessoas, Gestão de Projetos, Inovação e Gestão do Conhecimento. Atuação por mais de 20 anos em empresas nacionais e multinacionais nos segmentos de Óleo e Gás, Engenharia, Telecomunicações, Construção, Farmacêutico, Eletro-Eletrônico e Bens de Consumo. Mestre e doutor em Engenharia pela USP com pós-graduação em Marketing pela ESPM. Autor de dezenas de livros e artigos, dentre os quais se destacam, “Gestão do Conhecimento – A Chave para o Sucesso Empresarial.”, “Capital Intelectual – O Grande Desafio das Organizações.” e “Buscando o Equilíbrio”. Professor da FIA e PUC em cursos de MBA (Master of Business Administration). Administrador do site Boletim do Conhecimento onde publica artigos e ideias cujo tema central é o Mundo Corporativo, com cerca de mais de 10.000 leitores semanais.

Anúncios

Inovação com eficiência e sucesso

Imagem

Existe atualmente uma grande demanda e interesse por parte das empresas pelo assunto inovação. Em um cenário de grandes mudanças com que se deparam as organizações, muitas ideias estão surgindo com o objetivo de identificar transformações no processo de fabricação e criação de novos produtos.

A estratégia de inovação pode ser a responsável por fazer com que as empresas permaneçam no mercado, pois é ela quem determina em que medida e de que forma a empresa pode melhorar o seu desempenho, a partir de seus recursos técnicos e profissionais. “A empresa deve ter uma atitude aberta, estimulante e não conservadora. É preciso também dispor de uma estrutura organizacional e técnica adequada à execução dos seus projetos. Não é suficiente apenas uma boa ideia”, comenta Omar Madureira, professor do curso de capacitação em Estratégias de Negócio e Projetos de Inovação da Fundação Vanzolini.

Neste mesmo contexto está inserida a Estratégia de Negócios, que é elaborada a partir dos objetivos da empresa baseada nos seus pontos fortes e fracos e nas oportunidades e ameaças.

O Curso de Capacitação em Estratégias de Negócio e Projetos de Inovação foi criado para desenvolver competências e, a partir de uma visão estratégica de negócios, visando projetar e implantar produtos, processos, serviços e sistemas inovadores, funções essenciais para a organização. Em especial o curso destina-se a profissionais de empresas que buscam sucesso em mercados caracterizados pela competição por inovação.

Confira abaixo a íntegra da entrevista com Omar Moore de Madureira:

– O que é um projeto inovador?

Um projeto é inovador se:

1 – Apresentar uma nova solução técnica para atender melhor (mais econômica, eficiente, segura) a uma necessidade do mercado já atendida atualmente.

2 – Oferecer solução técnica para atender uma necessidade nova não ainda atendida.

Os projetos inovadores diferem-se dos evolutivos por envolverem riscos altos, exigirem grandes investimentos, mas, em compensação, possuírem grande potencial de lucratividade.

 – Como pode a empresa estimular a inovação?

A empresa deve ter uma atitude aberta, estimulante e não conservadora. É preciso também que tenha uma estrutura organizacional e técnica adequada à execução dos seus projetos. Para o sucesso não é suficiente apenas uma “boa ideia”.

– Quais são as principais características de um profissional inovador?

Ele deve ser criativo, inteligente, entusiasmado e, sobretudo, não aceitar a péssima postura do “é assim mesmo”.

– Como a formação acadêmica pode contribuir para uma visão estratégica de negócios?

A formação acadêmica deve dar a base necessária para tratar com competência dos aspectos técnicos da sua área. Por outro lado, uma formação em administração é necessária para compreender toda a complexa natureza dos negócios empresariais.

– Em quais áreas de atuação podem ser aplicados os conceitos apreendidos durante o curso?

Em todas as áreas da empresa, em projetos: de produtos, processos, serviços e sistemas.

Os métodos do curso se aplicam a todos os projetos de qualquer ramo de negócio.

– Por que cursar Estratégias de Negócio e Projetos de Inovação na Vanzolini?

A Fundação Vanzolini tem uma longa história de sucesso nos cursos de aperfeiçoamento e formação de profissionais. Neste curso, em particular, os alunos terão a oportunidade de conviver com professores de ampla experiência profissional em projetos da realidade empresarial. Além disso, serão conduzidos por grupos de alunos com afinidades profissionais trabalhos de aplicação em projetos de seu interesse.

Aluna da Pós em Gestão de Processos e Serviços conquista prêmio

Mariana Marson foi uma dos três vencedores do Concurso Cultural da Credit Management Solutions (CMS), que premiou no fim de 2011 as três melhores ideias inovadoras geradas no meio acadêmico. Aluna do curso de Pós-graduação em Gestão de Processos e Serviços da Universidade de São Paulo, operacionalizado pela Fundação Vanzolini, ela defendeu o tema “Como gerar resultados com monitoria de qualidade”, no qual reuniu métodos modernos que quantificam oportunidades de uma negociação, visando o aumento da produtividade, otimização dos processos e redução de custos.

Os melhores cases sobre crédito, cobrança, meios de pagamento, promoção e distribuição foram anunciados no 7º Congresso Nacional Luzes do Crédito. “Sinto-me extremamente satisfeita por apresentar ideias relevantes e, principalmente, usufruir da oportunidade para mostrar meu trabalho. Foi uma grande experiência!”, diz Mariana.

Para Clovis Alvarenga-Netto, coordenador do curso e orientador do case de Mariana, “é gratificante quando o entusiasmo excede o que é pedido em aula por meio de ações que trazem sucesso aos alunos e suas empresas”.

Os outros dois cases premiados foram “A recuperação de crédito na web 2.0” e “Otimização da gestão de funcionários de callcenters utilizando modelos estatísticos de absenteísmo e turnover”.

Fonte: Credit Performance

Notícias relacionadas


Noite em Dia oferece ciclo de palestras gratuitas

Até dezembro deste ano, acontece na unidade Paulista da Fundação Vanzolini o ciclo de palestras gratuitas Noite Em Dia. Os temas são relacionados a estratégias e gestão de negócios, recursos humanos, tecnologia da informação e liderança. As inscrições podem ser realizadas no site da instituição e o prazo varia de acordo com cada palestra.

As próximas palestras são: Governança da TI, dia 10/11; A voz do Líder: arte e comunicação nos palcos da gestão, dia 17/11; Virtualidade nas Organizações, dia 24/11; e Business Intelligence, dia 07/12.

Serviço

Ciclo de Palestras Noite em Dia
Período: até 07 de dezembro de 2011
Horário: 19h30 às 21h
Local: Centro de Treinamento da Fundação Vanzolini – Unidade Paulista – Av. Paulista, 967 – 5o andar
Entrada gratuita
Tel.: 0800 770 0608 (Estado de São Paulo) e (11) 3145-3717 (outras localidades)
Inscrições e mais informações, clique aqui

Belo Horizonte: Professores da USP e Vanzolini lançam livros no Enegep

João Amato autografa livro durante o Enegep

João Amato Neto, Marly Monteiro de Carvalho e Roberto Marx, professores da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) e Fundação Vanzolini, lançaram seus livros, no último dia 05, durante o XXXI Encontro Nacional de Engenharia de Produção (Enegep). O evento acontece no Minascentro, em Belo Horizonte (MG), até 07 de outubro.

Marly Monteiro, coordenadora do curso de Pós-graduação em Gestão de Projetos assinou seu livro

Marly Monteiro e sua última publicação

“Fundamentos em Gestão de Projetos – Construindo Competências para Gerenciar Projetos”. O coordenador de curso de pós-graduação e do curso de Capacitação em Análise e Projeto de Negócios no Novo Setor Automotivo, Roberto Marx, autografou“Organização do Trabalho para a Inovação – Uma Avaliação Crítica dos Projetos e da Implantação de Trabalho em Grupos com Autonomia”.

Profissional vibra ao receber autógrafo de Roberto Marx

Já o professor titular e chefe do Departamento de Engenharia de Produção da Poli-USP, João Amato, que coordena os cursos de Pós-graduação em Administração Industrial e de Capacitação em Sustentabilidade na Cadeia Produtiva, lançou “Sustentabilidade & Produção – Teoria e Prática para uma Gestão Sustentável”.

Os livros podem ser encontrados no site da Editora Atlas: www.editoraatlas.com.br e nas principais livrarias do país.

Ecodesign alinhado à avaliação do impacto ambiental de produtos e serviços: tendência?

Para alertar sobre a redução do consumo desenfreado dos recursos naturais e o reaproveitamento do que foi usado, existe na Fundação Vanzolini o curso de Capacitação em Ecodesign – Design e Inovação para a Sustentabilidade. Para o professor Clovis Alvarenga Netto, o curso prepara profissionais para realizar, de forma adequada, ações de conscientização na sociedade, desenvolver projetos com foco na inovação dos processos produtivos e avaliar o impacto ambiental de produtos e serviços, desde o seu desenvolvimento até a distribuição e descarte.

Diante desse cenário, Alvarenga relata que a tendência é o design estar alinhado à inovação e sustentabilidade ambiental, para a disponibilização de produtos e serviços no mercado brasileiro. “Ecodesign é um conceito amplo e em expansão e pode ser aplicado a todas as fases no ciclo de vida de produtos e serviços – criação, produção, manutenção, distribuição e descarte, com forte penetração nos setores de grande impacto o como o da construção civil, serviços e indústria. Além disso, pode ser introduzido no processo de criação de novas empresas que buscam atingir os pilares da sustentabilidade: econômico, ambiental e social”, afirma.

Inscrições
As aulas são oferecidas na Unidade Paulista da Fundação Vanzolini. O prazo de inscrições para a próxima turma vai até 17 de julho. Clique aqui e garanta a sua vaga!

Para grupos de profissionais é possível desenvolver as aulas no formato in company, com programação específica para empresas de origem nacional e internacional. Mais informações pelos telefones 0800 770 06 08 (Estado de São Paulo); (11) 3145-3717 (demais regiões) ou no email: cursos@vanzolini.org.br

Sustentabilidade nos processos produtivos será abordada em cursos da Fundação Vanzolini

A Fundação Vanzolini lançará, até o fim deste ano, cursos de educação para a sustentabilidade nos processos produtivos em diferentes ramos do mercado. O anúncio veio do diretor de Educação da instituição, Renato de Oliveira Moraes, que diz existir uma tendência que considera o ciclo de vida dos produtos e o impacto das atividades.

Segundo o diretor, o período é de transição e esse tema deixou de ser apenas um assunto a ser debatido para ser um processo de realização. “Os profissionais estão em busca de capacitação para atender as expectativas e necessidades das empresas, nas quais atuam, em relação a este assunto”, afirma.

Renato Moraes comenta que, apesar dos avanços no setor, ainda existe a falta de conhecimento sobre técnicas e processos produtivos sustentáveis. “Por isso, a capacitação de profissionais para atender a essa demanda deve ter um aumento significativo nos próximos anos. Produtos e processos que utilizam menos água, energia e materiais ou geram menos resíduos, alinhados à qualidade e à eficiência seguirão como tendência no País devido aos problemas que enfrentamos de escassez global de recursos naturais e poluição desenfreada“, destaca.

Atualmente, a Fundação Vanzolini conta com três cursos para os setores industrial; construção civil, arquitetura e design; eletrodomésticos e petroquímico, principalmente. São eles: Sustentabilidade na Cadeia Produtiva; Cursos AQUA (Alta Qualidade Ambiental das Construções); e Ecodesign – Design e Inovação para a Sustentabilidade Ambiental. Todos são indicados para profissionais com cargos de média gerência, que necessitam adequar processos internos e desenvolver produtos com menor impacto ambiental.